Chaos Mind getting into order

Archive for Dezembro 2007

Dentro menos de 28 horas mudamos de calendário. 2007 foi um ano deixará muitas recordações boas. 2008 será um ano mais difícil, mas cheio de mudanças 🙂

Faço votos de um feliz ano novo para todos, ao som desta interpretação do “Amazing Grace” pelo David Fonseca:

E esta, hein??

Um feliz natal a todos vós! A mim, os bolinhos de cabaça, os mexidos de vinho tinto, as rabanatas, aletria, etc…

Hoje fui jogar Paintball pela primeira no parque 5ª aventura em Alte, Algarve. Gostei do jogo, ganhei 3 jogos em 4 (não considero o último jogo, o 5º como um jogo), fui apenas morto uma vez (head shoot! 🙂 ). Os cenários eram também interessantes.

O que não gostei:

  • O pessoal da organização/empresa/seja-lá-o-que-for não me pareceram profissionais na forma como tratam as pessoas. Podem ser bons jogadores de paintball (um deles dizia que era campeão nacional, europeu, etc.), mas não se sabem organizar pois estivemos à espera da comida demasiado tempo. Ok, são gajos engraçados e divertidos… mas quando eu pago, exigo mínimo de qualidade! Até me mentiram quando perguntei pelo carvão, dizendo que estava ainda na arrecadação. Mas eu suspeitava que se tinham esquecido e um carro tinha ido o buscar… Guess what? I was right!!!
  • Não tinham colete de protecção nem fato de macaco que me servisse. Aliás, os coletes não chegaram para todos (primeiro as senhoras claro). O tal “profissional”, uns dias atrás, disse que tinham do meu tamanho. Mas eu já estou habituado a este cenário. Pensam que que serve, mas depois confirma-se o que eu espero: não me servir! Por isso, já estava prevenido com calças extra, casaco almofadado, t-shirts extras, enfim tudo sacrificável… 🙂
  • O preço das bolas extra: 100 euros por um caixa de 2000. Ora isso fica a 0.05 euros a bola… Acho muito caro, para um produto baseado em massa alimentar e ainda por cima é produzido em série. Por isso, procurei na internet e encontrei que o preço varia entre os 27,50 e o 34.00. OK, custa mais caro porque o material tem de ser levado para o cú de judas (Alte). Ok, fizessem 50 (que já era caro), mas 100???? Vão roubar p’a estrada…

Bem, acabamos por comer e no final das trocas de prendas vim-me embora (já passava das 16h), pois tinha trabalho a fazer e os meus amigos ficaram para fazer slide. Infelizmente acabo de saber que 2 amigas agora estão no hospital, pois chocaram no noutro extremo do cabo, pela incompetência de quem a largou a última. Agora pergunto? Têm seguro? Não me admirava que não tivesse…

Radical,hein? Morar da história? Ter sempre cuidado e nunca confiar totalmente nos outros! Não os recomendo! E julgo que a partir deste momento, uma das minhas amigas (que é – ou era – muito amiga deles), que já contava com um caso traumatizante numa experiência anterior lá, também não os deve recomendar.

Desde as 9 horas da manhã que não consigo realizar qualquer operação com o telemóvel da TMN: seja fazer chamadas, mandar mensagens, consultar saldo… nada. Toda a gente no campus da universidade se tem queixado… e desta forma não é possível sequer telefonar para o número de apoio ao cliente…

Mas o que se passa? Será que está assim no resto do país??

Bem, tentei telefonar (eram 14:22) para o 1696 (chamada gratuita por rede fixa) e, depois de ouvir a publicidade, fui remetido para a gravação a dizer que não me podiam atender agora e que deveria ligar mais tarde. Posso talvez concluir que as queixas são tantas que já excederam o tamanho da fila de espera …

Pergunto-me quanto tempo isto demorará?